Qual a origem do Dia Mundial da Memória

Dia da Memória

O Worldwide Candle Lighting Day (Dia Mundial da Memória) é uma celebração que se realiza anualmente no segundo domingo de Dezembro. O Dia Mundial da Memória teve origem nos Estados Unidos da América. Esta efeméride destina-se a relembrar os filhos que partiram cedo de mais e, este ano, celebra-se no dia 12. São muitas as razões pelas quais algumas crianças e jovens perdem a vida demasiado cedo. Mas, apesar das razões variarem, a dor, o desalento e a solidão são universais. A sua ausência pode deixar os pais sem esperança e isolados. Então, neste Dia, pessoas de todo o mundo, homenageiam o seu filho, filha, irmã, irmão, neto, neta, acendendo velas durante uma hora.

História do Dia Mundial da Memória

Esta solenidade fora iniciada por Pais enlutados da Associação Americana de Amigos Compassivos em 1996. Inicialmente começou por ser uma pequena cerimónia em honra de crianças cujo tempo de vida fora demasiado curto. Todavia, a iniciativa disseminou-se rapidamente por todo o mundo sob a designação de Dia Mundial da Memória. A associação Amigos Compassivos foi originalmente fundada em Inglaterra, na década de 1960, por um grupo de entre-ajuda de pais que tinham perdido os seus filhos. Tratava-se de pais de crianças e jovens que tinham perdido a vida tragicamente devido a doença, acidente, guerra ou qualquer outra razão. A primeira celebração Mundial do Dia da Memória realizou-se em 1997. Nesse dia milhares de pessoas acenderam velas às 19:00 horas, hora local, para as lembrar.

Aquilo que começou como uma pequena observação na Internet tornou-se o maior evento de acendimento de velas em massa do mundo. Assim, além das centenas de acções formais de acendimento de velas a nível global, há também iniciativas informais. O evento realiza-se em todas as delegações dos Amigos Compassivos e milhares de outras organizações semelhantes, igrejas, agências funerárias, centros comunitários e em casas particulares, nos Estados Unidos e em todo o mundo.

Propósito o Dia Mundial da Memória

Em primeiro lugar, celebrações como o Dia Mundial da Memória recordam aos participantes que não têm de permanecer sozinhos no seu sofrimento. Além disso, é mais uma forma de processar a perda com mais amor do que dor. A luz representa o amor profundo, o desejo constante e as memórias preciosas que são mantidas para sempre nos seus corações. Assim, no Dia Mundial da Memória o Mundo Ilumina-se com a Luz de Velas numa lembrança amorosa dessas crianças.

Com efeito, não há nada que possa preencher completamente o vazio deixado pela perda de uma criança. Porém, saber que há outras pessoas que enfrentam o mesmo tipo de dor pode tornar a experiência um pouco mais leve.

Como se desenrola o Dia Mundial da Memória

As velas são acesas às 19:00 horas, hora local, e colocadas à janela na parte exterior. Durante uma hora a vela mantém-se acesa. Passada uma hora, cada vela apaga-se num fuso horário e acende-se no fuso seguinte. Isto dá a impressão de uma onda de luz que percorre o planeta durante 24 horas. A principal ideia por detrás desta onda de Iluminação do Mundo com Velas é simbolizar a luz de quem partiu como se pudessem brilhar para sempre. Durante 24 horas, relembra-se e honra-se a memória dos filhos que partiram demasiado cedo, em todo o mundo. Realizam-se centenas de eventos formais de acendimento de velas a nível global. E, paralelamente, realizam-se milhares de celebrações informais. Também há milhares de famílias que se reúnem, por todo o mundo, e relembram silenciosamente os filhos que partiram.

Como participar no Dia Mundial da Memória

A forma mais simples de participar neste memorial é acender velas em memória das crianças que perderam a vida demasiado cedo. Mas, para tornar este dia mais memorável, pode-se acender velas às 19 horas locais e deixar arder, no parapeito exterior de uma janela, durante uma hora. Também pode juntar-se a um evento oficial conforme refiro no Podcast abaixo. Ou pode aderir a um dos muitos eventos organizados online como o que será facilitado por mim. Contudo, se não houver uma organização que realize o evento na sua região pode organizar os seu próprio evento. Pode convidar outras pessoas enlutadas ou pessoas próximas a se juntar a si em oração e realizar o seu próprio memorial.

Se perdeu um filho, um irmão ou um neto, pode encontrar muito conforto e apaziguamento ao participar. Sobretudo, sentirá que não está só na sua dor. Se não perdeu ninguém, mas conhece alguém que passou por esta experiência tão dura, partilhe a informação. Deixe que as pessoas saibam do que está disponível para elas e decidam, por elas mesmas, o que querem fazer.

Partilhe os seus pontos de vista e pensamentos sobre o Dia Mundial da Memória nas redes sociais usando a hashtag #DiaMundialDaMemória.

Saiba um pouco mais sobre Dia Mundial da Memória neste episódio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.