fbpx

    Li e Aceito a Política de Privacidade.

    Marcação

    Entre em contacto directo comigo para marcar uma sessão presencial (em Alfragide, Lisboa) ou online. A data indicada no formulário é apenas uma data da sua preferência, não a definitiva. Irei entrar em contacto para agendamento, tendo em conta a preferência que indiciou.

    Telefone:
    918 762 620

    Envie um email:
    contacto@anapaulavieira.pt

    Atenção e Intenção: são coisas distintas ou complementam-se?

    5 meses atrás · · 0 Comentários

    Atenção e Intenção: são coisas distintas ou complementam-se?

    Num mundo cheio de distrações como este em que vivemos, manter a atenção pode ser desafiante. Então, atenção e intenção, são coisas distintas ou complementam-se? Onde é que habitualmente coloca o seu foco? Se for como eu, o mais provável é que faça algumas coisas importantes – como conduzir, por exemplo – sem grande atenção. Normalmente queixamo-nos da falta de tempo, mas esse não é o verdadeiro problema. Na realidade temos é demasiadas distrações que interferem com o nosso foco e nos fazem dispersar.

    Precisamos de disciplina para manter o foco no momento presente

    Precisamos de desenvolver a disciplina de manter o foco no momento presente, especialmente se queremos ter uma vida mais satisfatória. Ou seja, precisamos de mais autoconsciência. Assim, se queremos sentir-nos plenos necessitamos de alinhar a atenção com a intenção para alcançarmos o que desejamos. Por outras palavras, e o que mais deseja na vida é sentir realização e propósito, então a sua atenção e intenção precisam de estar alinhadas.

    Se não prestar devida atenção às coisas que são importantes para si e se dispersar com o que se passa ao seu redor irá sentir que o tempo nunca é suficiente. O que importa realmente é se estamos atentos no tempo que temos – e ao que estamos atentos.

    Quem se interessa por temas de desenvolvimento pessoal já ouviu falar certamente de intenção, de despertar da consciência ou de atenção plena. Na verdade, a atenção está estreitamente ligada à presença enquanto a intenção está intimamente relacionada com objectivos.

    Realização e propósito

    Mais do que uma moda ou uma filosofia de vida, alinhar as nossas intenções com a nossa atenção é essencial para nos realizarmos em qualquer área da nossa vida. O equilíbrio entre estes dois tipos básicos de consciência – intenção e atenção – está no cerne do desenvolvimento humano. É esta simbiose perfeita que sustenta uma vida com realização e propósito.

    Quando os nossos próprios sistemas internos estão alinhados com as nossas intenções ficamos inspirados e aptos para criar resultados positivos e alcançarmos satisfação com a vida a longo prazo.

    Mas então, qual a diferença entre atenção e intenção e como podemos alinhá-las?

    A primeira grande distinção é que a atenção ocorre no presente e a intenção preocupa-se com o futuro. Todavia, infelizmente, com frequência do que seria desejável, algumas pessoas colocam a sua atenção no futuro e as suas intenções no presente. Anseiam por uma vida mais gratificante mas a sua atenção está nas circunstâncias que não podem mudar.

    Atenção

    Aquilo a que dedicarmos a nossa atenção cresce, para o bem e para o mal. Se colocarmos a nossa atenção na tarefa que estamos a realizar temos maiores probabilidades de a concluir com sucesso. Mas se estivermos a ser constantemente interrompidos dificilmente chegaremos a bom porto. É a atenção concentrada nas etapas menores dos nossos objectivos que conduz à acção necessária para os concluir.

    Por outro lado, se focarmos a atenção nos aspectos negativos das nossas vidas, somos capazes de mantê-los vivos também.

    Se eu tiver uma ligeira dor de cabeça e só me focar nela, vou ficar com a sensação de que a dor aumenta de intensidade. Mas se focar a atenção no corpo e/ou na respiração a dor acaba por diminuir ou desaparece por completo. Isso funciona se eu definir a intenção de estar mais atenta às mensagens do meu corpo e de me tornar consciente de onde coloco a minha atenção em comparação com o que decido simplesmente observar.

    Quando se presta atenção consciente, experimenta-se a profundidade da percepção. É o que acontece quando nos envolvemos numa actividade de que gostamos e nem damos pelo tempo passar. Podemos saborear a vida interiormente e sentir e os nossos valores e visão com a mesma clareza. É o que sentimos quando desfrutamos de um momento de beleza extraordinária, como observar um pôr do sol divinal, ou nos deixamos capturar pela beleza da natureza ou pelo riso de uma criança…

    A grande diferença está em onde, como e em que momento se coloca o foco.

    Intenção

    A intenção cria o espaço para o que desejamos. É a esperança que nos encoraja e nos permite testar diferentes soluções para atingirmos o nosso objectivo.

    A intenção é a dimensão que nos faz avançar de onde estamos para onde queremos ir. É algo que determina a direcção que estabelecemos para o nosso futuro. Uma intenção poderosa é uma decisão de sermos, de fazermos, ou de termos algo que é verdadeiramente importante para nós. É a intenção que nos dá a energia necessária para concretizarmos os nossos objectivos.

    Quando a nossa chama interior é forte e brilhante, ela ilumina o caminho que nos conduzirá à vida que almejamos. É a intenção que nos inspira naturalmente a desenvolver ainda mais as nossas capacidades. Sem uma intenção clara e poderosa, podemos ser facilmente influenciados pelas agendas de diferentes pessoas; podemos entreter a nossa mente com as preocupações da vida ou deixar-nos distrair pelos múltiplos futuros possíveis.

    Porque razão o alinhamento entre atenção e intenção promove o sucesso

    A atenção e a intenção são conceitos básicos indissociáveis do desenvolvimento humano. Quando estes dois níveis de consciência estão simultaneamente activos criam o chamado estado de fluxo.

    Ao afirmarmos a nossa intenção, a força do nosso “estado de espírito intencional” move-nos eficaz e propositadamente para a acção a fim de alcançarmos o que desejamos. Quando temos um “porquê” suficientemente forte que oriente a nossa vida para o que é importante para nós, manter a nossa atenção focada torna-se fácil.

    Se criarmos o hábito de alinhar a atenção e a intenção de forma consciente, tornamo-nos praticamente imparáveis. Tornamo-nos capazes de criar alegria, sucesso, liberdade e alcançar a realização que desejamos! Podemos viver profundamente os momentos de cada dia, sabendo que o nosso futuro está constantemente a convidar-nos a avançar. Portanto, podemos tornar-nos plenamente presentes no agora. Sermos o nosso próprio guia de sabedoria, e ter objectivos e intenções claras.

    Assim, dado que o nosso mundo está cheio de distracções, a questão que precisamos responder é: como nos encorajamos a estar atentos às coisas mais importantes das nossas vidas?

    A melhor cura para a distração pode ser encontrada fazendo-se uma única pergunta: o que pretendo alcançar?

    Se o seu porquê for realmente forte, se a sua intenção for congruente com os seus valores nucleares e anseios do seu coração, alinhar a atenção à intenção torna-se fácil. É como caminhar sobre areia molhada pelas ondas do mar.

     

    A Intenção e a Atenção são dois tipos de consciência que estão no cerne do desenvolvimento humano. Portanto, este mundo cheio de distrações manter a atenção focada é um desafio.

    Se gostou destes conteúdos, deixe o seu comentário abaixo ou no Podcast. A sua opinião é importante.

    Tags: , , , , Categorias: Desenvolvimento Pessoal, Inteligência Emocional

    Ana Paula Vieira

    Ana Paula Vieira

    Coach, Conselheira de Luto e Hipnoterapêuta, e ajudo pessoas que desejam alcançar equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, a gerir as suas emoções com eficácia para que tenham uma vida mais plena, gratificante, alinhada com os seus valores, intencional e feliz. A felicidade constrói-se de dentro para fora. Vem aprender a ser feliz!

    Deixe uma resposta

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    Feito com ♥ por Ana Paula Vieira
    Conteúdos da autoria de Ana Paula Vieira. Todos os direitos reservedos
    error: Content is protected !!